Mapa das Armas no Brasil

Após a análise de mais de 300 mil armas apreendidas e rastreadas em todo o país nos últimos 20 anos, foi feito um mapeamento do tráfico ilícito de armas no Brasil. O estudo foi realizado pelo Viva Rio em parceria com a Subcomissão de Armas do Congresso e apoiado pelo Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).

Encomendado pelo Ministério da Justiça para orientar sua política de combate ao tráfico ilícito de armas, o estudo concluiu que 80% das armas apreendidas eram de fabricação brasileira e apenas 20% contrabandeadas do exterior. Além disso, 30% delas tinham sido legalmente compradas antes de caírem nas mãos da criminalidade.

Os estudos visam a orientar o governo sobre onde investir para a melhoria do controle de armas e munições nos Estados e auxiliar os governos estaduais no aperfeiçoamento de suas políticas de segurança voltadas para o combate ao tráfico ilícito de armas e dos desvios de armas das corporações policiais.

Os estudos reúnem as seguintes pesquisas:

“Seguindo a rota das armas: desvio, comércio e tráfico ilícitos”: a partir da análise de 288 mil informações sobre armas, aponta a procedência, a proporção e o tipo das armas estrangeiras e brasileiras apreendidas na ilegalidade. Clique para baixar.

“Estoques e distribuição de armas no Brasil”: revela o universo global das armas que circulam no país, por setor de atividade, distinguindo o mercado legal do ilegal, além de estudar o impacto das campanhas de recadastramento de armas e de desarmamento na segurança pública. Clique para baixar.

“Rastreamento das armas apreendidas nos estados brasileiros”: analisa informações sobre 340 mil armas, apontando os principais canais de desvio para a criminalidade, e desvenda a rota das armas que foram vendidas legalmente em determinados Estados e foram apreendidas ilegalmente em outros. Clique para baixar.

“Ranking dos estados no controle de armas”: divulgado em sua versão preliminar há um ano, é apresentado agora em sua versão final, comparando a posição de cada governo estadual quanto à gestão de informações e ao controle de armas, destacando os melhores e os piores governos, além de traçar um quadro de grande deficiência da maioria dos depósitos de armas existentes no país. Clique para baixar.

Publicado originalmente no Comunidade Segura em 27 de Maio de 2011.

Você pode gostar...

Leave a Reply

Your email address will not be published.